//Inquérito sobre tragédia com Cavalo Marinho I deve ser concluído este mês

Inquérito sobre tragédia com Cavalo Marinho I deve ser concluído este mês

O inquérito sobre o naufrágio da Lancha Cavalo Marinho I, em agosto do ano passado, durante a travessia Salvador – Mar Grande, deve ser concluído até o final do mês de março. Este é o prazo previsto para que os culpados sejam responsabilizados criminalmente, de acordo com o delegado responsável pela investigação, Ricardo Amorim, titular da 24ª Delegacia (Vera Cruz).

O laudo técnico da Marinha apontou três responsáveis pelo acidente que matou 19 pessoas. Foram considerados responsáveis o engenheiro técnico e o dono da empresa, por negligência, além do comandante da embarcação, por imprudência. Além disso, foi indicado que a embarcação não tinha condições de navegabilidade e que havia lastros (pesos) soltos no convés. Apesar de ser um documento importante para a investigação, não significa que os responsabilizados no laudo serão o mesmos no inquérito civil.

O delegado disse ao Correio que ainda não pode adiantar quais os tipos de crimes incorreram no naufrágio, fato que só revelado após o fim do inquérito. Passada esta etapa, o inquérito será remetido para o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), que decidirá quais serão os denunciados pela Justiça.